Novembro Azul: vencer o medo é vencer também o preconceito. Vergonha é não se cuidar!

Compartilhe
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin

O exame é simples e rápido, no máximo, 15 segundos. O toque também não provoca dor, apenas um leve incômodo. Mas o que antecede esse momento no consultório médico é cercado de medo e preconceito. Estamos falando do dilema acerca do temido exame de próstata que, para muitos homens, ainda é tratado com receio, machismo e ignorância.

Segundo especialistas, o exame de toque retal deve ser realizado uma vez por ano para verificar se há alguma alteração na próstata. Na ocasião, se for encontrada alguma anormalidade, o médico também poderá solicitar outros exames como o PSA (Antígeno Prostático Específico) e o ultrassom transretal para concluir o diagnóstico. Na fase inicial, o câncer de próstata não apresenta sintomas e, em 95% dos casos, a doença é descoberta em estágio avançado. Por isso, é tão importante a realização de exames preventivos, como o toque retal. Segundo o Instituto Nacional do Câncer, a estimativa de incidência do câncer de próstata para o ano de 2020, no Brasil, é de 65.840 casos, com número de mortes em torno de 15.500.

O Portal do Servidor conversou sobre o tema com a Gerência Saúde do Homem e da Pessoa Idosa, da Secretaria Municipal de Saúde. Para aprofundar o debate a respeito da prevenção e diagnóstico, é importante que você, servidor, conheça seu corpo.

O que é a próstata

De acordo com o Instituto Oncoguia, a próstata é uma glândula do sistema genital masculino, localizada na frente do reto e embaixo da bexiga urinária. O tamanho da próstata varia com a idade. Em homens mais jovens, tem aproximadamente o tamanho de uma noz, mas pode ser muito maior em homens mais velhos.

A função da próstata é produzir o fluído que protege e nutre os espermatozoides no sêmen, tornando-o mais líquido. Logo atrás da próstata, estão as glândulas denominadas vesículas seminais, que produzem a maior parte do líquido para o sêmen. A uretra, que transporta a urina e o sêmen para fora do corpo através do pênis, atravessa o centro da próstata.

Sintomas de câncer de próstata em estágio avançado

.Micção frequente

.Fluxo urinário fraco ou interrompido

.Vontade de urinar frequentemente à noite (nictúria)

.Sangue na urina ou no sêmen

.Disfunção erétil

.Dor no quadril, costas, coxas, ombros ou outros ossos

.Fraqueza ou dormência nas pernas ou pés

A maioria desses problemas pode ser provocada por outras condições clínicas. Por exemplo, o aumento da frequência urinária é comumente causado por hiperplasia prostática benigna (crescimento benigno da próstata). Dessa forma, é importante manter o médico informado sobre qualquer um desses sintomas para que a causa seja diagnosticada e, se necessário, iniciado o tratamento.

Novembro Azul

A campanha mundial Novembro Azul promove a conscientização dos cuidados com a saúde masculina e tem o objetivo de quebrar o preconceito que, na maioria das vezes, impede que o homem procure o serviço de saúde. A campanha também destaca a importância da prevenção e diagnóstico precoce de várias doenças ligadas à população masculina.

As unidades municipais de atenção primária, em novembro, intensificam as ações que já fazem parte da prática diária das clínicas da família e centros de saúde. Durante o atendimento aos pacientes são abordados temas como: alimentação saudável, controle do tabagismo, prática de atividades físicas; valorização da paternidade responsável; prevenção de fatores de riscos de doenças e agravos evitáveis; e orientação quanto à sintomatologia do câncer de próstata.

Preconceito

Segundo Sancler Luiz Corrêa, enfermeiro e técnico da Gerência Saúde do Homem e Pessoa Idosa (GSHI), ainda existe tabu ao falar sobre o exame para o diagnóstico de câncer de próstata ou para procurar um serviço de saúde.

“Muitos homens pensam que o exame para o diagnóstico pode afetar sua masculinidade ou trazer problemas relacionados à disfunção sexual”, explica.

Quando realizar o exame de toque retal

Segundo a Sociedade Brasileira de Urologia, o exame deve ser realizado a partir dos 50 anos de idade e, em homens que integram grupo de risco, aos 45 anos. Importante ressaltar que, pessoas que apresentam sintomas, devem procurar o serviço de saúde para realização de exames diagnósticos independentemente da faixa etária.

Alerta geral

Estudos apontam que os homens são os que mais negligenciam com a própria saúde e morrem em decorrência de várias doenças. Por isso, é tão importante conscientizar a população masculina sobre o cuidado integral da saúde, que também inclui mudanças no estilo de vida e na quebra de tabus.

“É fundamental que todos abracem essa causa não apenas no mês de Novembro. Afinal, é importante o cuidado com a saúde durante todo o ano”, conclui Sancler.

Esse toque pode mudar sua vida!

Outras notícias...

atendimento-ok-8v3

O que você gostaria de ver aqui no Portal?
Envie sua sugestão.

Quer receber notícias selecionadas pela redação do Portal do Servidor e novidades sobre o site no seu celular? Clique aqui